FERRETTI Federico, “A geografia de Élisée Reclus frente ao extermínio dos ameríndios : questões científicas e políticas”, Elisée, Revista de Geografia da UEG, vol. 4, n. 1 (2015), pp. 36-52
Article mis en ligne le 1er août 2015

par F.F.
logo imprimer

A Nova Geografia Universal de Elisée Reclus, uma das obras geográficas mais célebres da segunda metade do século XIX, dedica um espaço muito importante ao Novo Mundo. Pois essa obra tinha uma grande distribuição e o autor dela era celebre como um dos fundadores do movimento anarquista e como exilado da Comuna de Paris, sua influencia na opinião pública europeia dessa época não foi desdenhável. Nesse artigo, nós problematizamos a representação reclusiana do genocídio dos povos ameríndios feito pelos conquistadores europeus entre os séculos XVI e XIX, que o geógrafo denuncia de maneira muito radical, mesmo sendo uma admirador do progresso científico e técnico de sua época. A construção dessa mirada heterodoxa nos fornece informações originais sobre a relação entre a Europa e seu Outro na Idade dos Impérios

http://www.revista.ueg.br/index.php/elisee/article/view/3381/2519


Site réalisé sous SPIP
avec le squelette ESCAL 4.0.60